Like A Girl

Pushing the conversation on gender equality.

Code Like A Girl

Como saí do Brasil e consegui emprego em uma empresa Tech

O meu sonho sempre foi morar fora. Quando eu era criança, eu não sabia muito bem o que eu queria fazer, mas sabia que queria ter uma carreira internacional. Viajar pra lá e pra cá, falar outras linguas, conhecer novas culturas.

Pois bem, em 2010, eu assisti uma palestra do Ministério de Imigração do Québec.

Uau.

O processo era encantador. Eles estavam recrutando trabalhadores qualificados para trabalhar na área de formação. Nada daquela loucura de lavar pratos e ter um sub-emprego. Acesso ao sistema de saúde, qualidade de vida, e um governo que dava todo apoio de integração, ajudando você a encontrar emprego e tudo mais. As exigências não eram tantas, eu, recém-formada, com alguma experiência na minha área, tinha boas chances. A única habilidade que eu não tinha naquele momento era: saber francês.

Então eu aprendi francês.

Québec, la belle province

O processo era bem longo, e após 3 anos de espera, eu embarcava rumo a Montréal, uma cidade bilingue (inglês-francês) na província do Québec.

Meu primeiro dia em terras canadenses foi…emocionante. Cheguei na calada da noite quando tudo já estava fechado, e a compania aerea fez o favor de perder toda a minha bagagem. Pera, deixa eu reformular essa frase: a compania aerea perdeu toda a minha vida naquelas duas malas. Tudo que eu precisava para começar a minha nova vida numa terra estrangeira.

Ah sim, eu tinha uma mala de mão claro. Onde eu trouxe tudo o que eu não ia precisar, porque pensei “Magina, eles não vão perder as minhas malas!”.

Traga coisas úteis na sua mala de mão!

Muito bem, acordei no outro dia, sem uma pasta de dente ou uma roupa de baixo limpa me sentindo a pessoa mais realizada da vida! “Eu consegui!” Estava aqui, depois de tanto lutar!

O primeiro emprego

No Brasil eu sempre trabalhei com Trade Marketing, que é focado em varejo. Mas na minha nova vida, eu estava determinada a conseguir um emprego na área tech, e sempre gostei muito de video games. O meu primeiro emprego foi na Babel Media, uma empresa que realiza testes de jogos. E no meu primeiro mês de Canadá, estava eu lá, jogando video game o dia inteiro e ganhando pra isso!

Jogando games e encontrando bugs

Logo saí de lá para um outro emprego numa empresa de telecomunicação chamada Telus, trabalhando como suporte B2B para Google Apps. E após 5 meses, fui trabalhar como Digital Marketer numa empresa de TI chamada MindGeek.

Insegurança com a língua?

É engraçado pensar nisso, mas quando mudamos para outro país temos sempre essa insegurança de não falar a língua local tão bem porque não somos nativos. Achamos que temos menos chance de arrumar um bom emprego por causa disso.

Eu consegui o meu emprego como digital marketer exatamente porque eu falava português. Eles precisavam de alguém para expandir a área de atuação da empresa no mercado brasileiro. As vezes aquilo que você considera uma fraqueza, é na verdade a sua maior força!

Dicas para conseguir o emprego dos seus sonhos

  1. Mente aberta: A primeira coisa a se fazer é ter a mente aberta. Aceita a vida. Saia, conheça pessoas. Você nunca sabe quando vai conhecer alguém que vai abrir portas para você. E mais importante, faça o que você sempre quis fazer.
  2. Trate cada candidatura com carinho: Não aplique aleatoriamente para qualquer vaga. Leia a descrição, entenda o trabalho, pesquise a empresa, se imagine trabalhando lá. Aplique para vagas que realmente tem a ver com o seu perfil.
  3. Estrutura do currículo: Existe muita discussão quanto a estrutura do currículo (coloco minhas experiências em ordem temporal? Coloco todas as experiências? Somente as relevantes para essa vaga?) mas mais importante do que a estrutura, é mostrar que você está apta para aquele trabalho. Se você fosse o recrutador daquela vaga, o que esperaria encontrar?
  4. Correções ortográficas: Quando escrevemos um currículo em outra língua, algumas coisas podem passar batido. E um errinho gramatical aqui e ali pode passar a impressão de que você é desleixada e não liga para detalhes. Se puder, peça para um amigo dar uma revisada, se não, você pode utilizar o Grammarly (para correções em Inglês) e o Antidote (para correções em Francês).
  5. Faça ajustes no seu currículo para cada vaga que você aplicar: leia a vaga e tente utilizar o mesmo vocabulário da descrição no seu currículo. O recrutador vai passar o olho pelo seu currículo em alguns segundos, e nesses segundos as habilidades que ele procura precisam estar lá. Aplicando para uma vaga de Front-End Developer? Coloque em destaque habilidades como CSS, JavaScript e UX.
  6. Mencione essas habilidades durante a entrevista: Sim, o recrutador já leu o seu currículo, mas é importante ressaltar a sua experiência nas habilidades mais importantes. Se possível, traga resultados mensuráveis, por exemplo “eu implementei o processo X que trouxe 20% mais clientes, ou reduziu 15% os custos”.

Essas são algumas das dicas que eu sigo quando aplico para uma vaga.

Você tem alguma outra dica interessante? Me diga nos comentários!

Siga a tag codelikeagirlBR para ver nossos posts! 😀

Quer escrever ou traduzir artigos em português para a Code Like A Girl? Se você já faz parte do time de escritoras(es) da Code Like A Girl basta enviar seu artigo diretamente para nossa publicação. Se você ainda não faz parte do nosso time, envie uma mensagem direta para a conta de twitter CodeLikeAGirlBr. Nós avaliaremos seu artigo e ajudaremos a refiná-lo para publicação.