Like A Girl

Pushing the conversation on gender equality.

Code Like A Girl

E você, qual a sua obra??

Photo by Andrew Ruiz on Unsplash

Pode parecer clichê eu aproveitar o título do livro do queridíssimo Cortella (mais incrível que li até hoje só p/constar) para começar esse POST, mas pensando bem, por que não?

Quem me conhece(mesmo que pouco) sabe que 2017 foi um ano bem movimentado profissionalmente, talvez até muito mais que eu quisesse realmente ou que eu esperasse. Ouso dizer que foi o ano mais incrível da minha carreira! Nos 365 dias eu aprendi, ensinei, e fiz tanta coisa que realmente estava fora do meu script, mas o que seria da vida sem as mudanças não?

Se você aguentou ler até aqui ~ não, esse não vai ser um POST chato sobre MINHA carreira.. haha! ~ saiba que vamos falar sobre carreira sim, como você pode evoluir, e como pode começar com pouco!

Certo, então vamos lá! Se você é do tipo que ACHA que sempre sabe tudo, que tem razão em TUDO, que é o melhor (e toda essa baboseira que possa existir) pare por aqui, esse post não é para você.

Eu sempre costumo usar aquela velha expressão “ o mundo está cheio de testa oleosa, metido a mente brilhante”, porque eu nunca ouvi coisa mais sincera na vida. O ser humano por si só, tem uma necessidade de ser melhor que os outros, mas o que nos diferencia dos outros seres (tão quanto mortais) senão a nossa capacidade de pensar? E junto com ela, vem mais um monte de responsabilidades, como a tomada de decisões, o livre arbítrio, e até mesmo as escolhas diárias (desde as mais insignificantes), é realmente isso nós faz diferentes dos outros animais, mas será que nos torna mais importantes? Talvez..

Quero trazer para vocês sobre esse livro, cinco lições incríveis para quem está pensando em mudar de carreira, quem está perdido ou até mesmo se está analisando novas propostas. Ai vai:

  • Não tenha medo de se reinventar — e isso eu digo com propriedade! (Rs) acho que muitas vezes nós como funcionários esperamos as coisas caírem de paraquedas, ou até mesmo a empresa oferecer algo em troca de um novo aprendizado adquirido, e as coisas não são assim. É aquela coisa de não mudar os hábitos e esperar resultados diferentes né, não faz sentido.
  • Pratique INTENSAMENTE o aprendizado contínuo — no mundo que vivemos, onde a tecnologia muitas vezes engole os profissionais, e o mercado tem exigências muitas vezes até que voláteis, fica difícil concorrer se não estamos em constante evolução. Isso vem dos primórdios, desde a evolução da especie, onde o que se adapta melhor ao ambiente sobrevive, tenha certeza que no mundo corporativo é uma verdade universal. Seja quente ou frio, morno não rola.
  • Se você é um líder, seja o MELHOR líder — atuando como líder de um time, você tem a missão além de descobrir seu objetivo de vida( ou sua obra) , também formentar na cabeça dos seus liderados novas idéias, e muitas vezes ser o guia nessa trajetória. Cuidado sempre com a linha tênue entre guiar e manipular, as pessoas precisam tomar algumas decisões sozinhas, mas mostre apoio sempre.
  • Aceite novos desafios, mas tenha um roteiro em mente — aqui vale aquela história da Alice “ Pra quem não sabe para onde está indo, qualquer caminho serve”. Claro, que se você tiver uma ótima oportunidade e precisar mudar a rota, deve fazê-lo, mas tenha sempre em mente sua motivação, e onde quer chegar.
  • E por último: faça o necessário, para futuramente poder escolher fazer o que gosta — essa foi p/mim a melhor coisa que aprendi. Muitas vezes nós temos que fazer (muita) coisa que não entendemos o motivo, achamos desnecessário, mas é ‘obrigatório’. Tente sempre fazer e levar o melhor aprendizado disso tudo, quando você estiver preparado e a oportunidade pintar, você escolhe o que fazer, como e quando. Enquanto isso, keep walking!

Se você é líder de uma equipe, seja aquele líder que você sempre sonhou. Motive, seja positivo, tenha um pensamento humano, se preocupe mais com o porquê das atividades do que em como fazê-las. Acho que tentar ser aquele líder do mal, não faz sentido se pensarmos na lei do retorno né?

Siga a tag codelikeagirlBR para ver nossos posts! 😀

Quer escrever ou traduzir artigos em português para a Code Like A Girl? Se você já faz parte do time de escritoras(es) da Code Like A Girl basta enviar seu artigo diretamente para nossa publicação. Se você ainda não faz parte do nosso time, envie uma mensagem direta para a conta de twitter CodeLikeAGirlBr. Nós avaliaremos seu artigo e ajudaremos a refiná-lo para publicação.